Trabalho com veículo próprio: um guia completo sobre o tema

Explore os direitos e deveres ao trabalhar com veículo próprio, incluindo legislação e cálculo. Guia completo para profissionais e gestores.

Flash

A utilização de veículo próprio como instrumento de trabalho tem se tornado cada dia mais comum. Seja para realizar entregas, visitar clientes ou mesmo para o deslocamento diário. A flexibilidade e a conveniência oferecidas pelo uso de veículo próprio são inegáveis.

No entanto, essa prática traz consigo uma série de questões legais e práticas que merecem atenção. Entender os direitos e deveres envolvidos no trabalho com veículo próprio é fundamental. Esse conhecimento é necessário para os profissionais que adotam essa modalidade e para as empresas que a permitem ou incentivam a prática.

Este artigo vai trazer um panorama claro e abrangente sobre o tema. Esclarecemos dúvidas comuns e fornecemos orientações práticas para uma gestão eficiente e legalmente segura dessas atividades. Acompanhe a leitura e elimine de uma vez por todas o questionamento sobre o tema.

O que trata a CLT sobre o tema

Não existe uma abrangência exata sobre o tema na CLT. Porém, a Justiça do Trabalho se baseou no Art. 2 da CLT para trazer segurança jurídica para essa temática. O artigo aborda, em linhas gerais:

  • é configurada transferência de custo de atividade quando o empregado usa o veículo particular para beneficiar o empregador, independente de acordo prévio, o que é repudiado;
  • os riscos da atividade econômica são de responsabilidade do empregador, ou seja, não só é preciso o reembolso do km rodado, mas também da depreciação do veículo;

Portanto, é imperativo que qualquer acordo envolvendo o uso de veículo próprio para fins de trabalho seja negociado e acordado previamente. O contrato de trabalho deve determinar, de forma clara, o uso do veículo pessoal do funcionário. Sem esse acordo, a empresa corre o risco de violar as leis trabalhistas.

Direitos e deveres ao trabalhar com veículo próprio

Trabalhar com um veículo próprio implica em uma série de direitos e deveres, tanto para o profissional quanto para o empregador. Afinal, o colaborador faz uso de um bem próprio para realizar suas atividades laborais. Logo, a contratante tem a obrigação de custear as despesas, pois ele está sendo usado em prol dela.

É crucial entender essa dinâmica para garantir uma relação de trabalho justa e dentro da legalidade.

Direitos dos trabalhadores

  • Reembolso de despesas: o principal direito dos trabalhadores que utilizam seus veículos para fins profissionais é o reembolso das despesas incorridas. Isso inclui combustível, manutenção e depreciação do automóvel. O cálculo desse reembolso deve ser justo e transparente, refletindo os custos reais do uso.
  • Segurança e condições de trabalho: todos os funcionários têm o direito de operar em um ambiente de trabalho seguro, o que se estende ao uso de seu veículo. Isso significa que o empregador deve garantir que o veículo seja usado da maneira correta e que o trabalhador esteja protegido contra riscos desnecessários.
  • Indenização por acidentes de trabalho: em caso de ocorrências durante o exercício da função, o trabalhador tem direito a uma indenização. Isso é particularmente importante no caso de acidentes de percurso, conhecidos como in itinere.

Deveres e responsabilidades

  • Manutenção do veículo: é responsabilidade do profissional manter seu automóvel em boas condições de uso. Isso inclui realizar manutenções periódicas e garantir que o veículo atenda às normas de segurança e ambientais.
  • Uso responsável: o veículo deve ser conduzido de maneira responsável, respeitando as leis de trânsito e as diretrizes da empresa. O uso imprudente do automóvel não apenas coloca em risco a segurança do trabalhador, mas também pode resultar em consequências legais e disciplinares.
  • Registro de despesas: para garantir um reembolso adequado, é essencial que o trabalhador mantenha um registro detalhado das despesas relacionadas ao uso do veículo. Isso inclui quilometragem percorrida, gastos com combustível e manutenção.

O equilíbrio entre direitos e deveres é essencial para uma relação de trabalho saudável e produtiva. Tanto empregadores quanto empregados devem estar cientes de suas responsabilidades e direitos para garantir que o trabalho com veículo próprio seja benéfico para todos.

Como calcular o reembolso de quilometragem?

O reembolso de quilometragem é fundamental para quem trabalha com veículo próprio. Ele garante que os custos de operação do veículo sejam cobertos de forma justa. Vejamos como realizar esse cálculo e quais fatores considerar.

Confira abaixo como realizar o cálculo:

  1. O que é incluso no reembolso: defina o que é e não é reembolsável, alguns são obrigatórios em sua totalidade, outros, como multas de trânsito, podem ser divididos;
  2. Determinação de quilometragem: dividindo o valor do combustível pelo consumo médio do carro chega-se ao valor a ser reembolsado por km. Isso pode ser feito manualmente ou através de dispositivos de rastreamento GPS;
  3. Seguro: é fundamental para garantir o Duty of Care, ou seja, a integridade e bem-estar do colaborador em viagens de negócios. Além disso, é necessário para zelar pela segurança da empregadora;
  4. Taxas e impostos: licenciamento do veículo precisa entrar na conta, pois no dia a dia estará sendo usado em prol da empresa mais do que do funcionário;
  5. Manutenção: como o uso constante de um bem acelera a sua depreciação e exige manutenções, estas duas também precisam ser contempladas.

Quer simplificar ainda mais o cálculo do reembolso de quilometragem? Baixe agora nossa planilha exclusiva e obtenha uma ferramenta prática para otimizar este processo. Basta clicar na imagem abaixo e baixar gratuitamente. Garanta que as despesas com reembolso de km sejam cobertos de maneira eficiente e justa.

Como otimizar a gestão de reembolso:

Para acabar com o uso de planilhas e tornar mais precisa a tarefa de gestão de reembolso, plataformas como a Flash oferecem soluções integradas. Com o uso de tecnologia GPS, o lançamento de despesas de quilometragem é automatizado, garantindo precisão e transparência no processo.

O cálculo correto e justo do reembolso de quilometragem é essencial para manter a relação de trabalho equilibrada e respeitar os direitos do trabalhador.

Veja como a Flash pode te ajudar nesse desafio.

Acidentes de percurso e uso de veículo próprio

Quando se trata de usar um veículo próprio para fins de trabalho, é essencial compreender as implicações de acidentes de percurso, também conhecidos como acidentes 'in itinere'.

O que são acidentes In Itinere?

Acidentes in itinere são aqueles que ocorrem no trajeto entre a casa e o local de trabalho do empregado. Sob a legislação brasileira, são considerados acidentes de trabalho.

Direitos em caso de acidentes

  • Cobertura por acidente de trabalho: caso ocorra no percurso, o colaborador tem direito às mesmas coberturas previstas para acidentes de trabalho. Isso inclui assistência médica e, se necessário, benefícios por incapacidade temporária;
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT): o empregador deve emitir a Comunicação de Acidente de Trabalho. Isso garante que o trabalhador receba os benefícios e assistências necessárias.

Procedimentos:

  • Registro imediato: o acidente deve ser registrado imediatamente após sua ocorrência. Isso inclui anotar detalhes do incidente, como hora, local e circunstâncias;
  • Busca por assistência médica: o trabalhador deve buscar atendimento médico o mais rápido possível. A saúde e a segurança do empregado são prioridades;
  • Comunicação com o empregador: o colaborador deve informar o RH o mais rápido possível, para que as medidas necessárias sejam tomadas;
  • Documentação adequada: manter todos os documentos relacionados ao acidente, incluindo relatórios médicos e registros policiais, é essencial para o processo de reivindicação de direitos.

A compreensão e o manejo adequado dos acidentes de percurso são essenciais para garantir a segurança e os direitos dos trabalhadores que utilizam veículos próprios. Empresas e colaboradores devem estar cientes de suas responsabilidades e procedimentos a seguir em tais situações.

Como é o vale-transporte para quem trabalha com veículo próprio

A escolha entre oferecer vale-transporte ou reembolso de km para funcionários que utilizam veículo próprio é uma decisão fundamental para as empresas. Cada opção tem suas particularidades e impactos tanto para o empregador quanto para o empregado.

O vale-transporte é um benefício obrigatório. Ele é concedido para o deslocamento do empregado entre sua residência e o local de trabalho, para utilização exclusiva em transporte público. Logo, o uso de outros veículos — seja próprio ou coletivo, como táxis e carros de aplicativo — não são aplicáveis para o uso do benefício.

Já o reembolso de quilometragem, por outro lado, é uma prática que compensa o empregado pelo uso de seu veículo próprio para fins de trabalho. Este método é baseado na distância percorrida e nos custos associados ao uso do automóvel.

Portanto, para quem acordou o uso do veículo próprio para realizar suas atividades laborais, o vale-transporte não é aplicável. A empresa deve oferecer um termo de recusa do benefício, para garantir segurança jurídica para ela e seu colaborador.

Tenha mais eficiência na gestão de reembolso

O trabalho com veículo próprio é uma realidade no mercado de trabalho. Com esta prática, surgem diversas questões relacionadas à legislação e aos reembolsos. Tudo isso necessita ser compreendido e gerido de forma eficiente.

A empresa e os colaboradores precisam ficar cientes dos direitos e deveres associados ao uso de veículos próprios no trabalho, incluindo questões de reembolso e segurança. O reembolso de quilometragem deve ser calculado de maneira justa e precisa. É preciso considerar custos além do combustível , como taxas, seguro, manutenção e outros.

Também é fundamental definir uma política de reembolso para o uso de veículo próprio. Isso assegura que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados e promove aumento da segurança jurídica para as empresas.

Para facilitar a gestão de despesas relacionadas ao uso de veículos próprios, a Flash oferece soluções tecnológicas que automatizam e simplificam o processo. Com ferramentas que permitem o lançamento de despesas de quilometragem via GPS e diversas outras funções, nossa plataforma assegura um controle preciso e eficiente desses gastos.

A automação e a precisão no controle de despesas trazem diversos benefícios, como a redução de erros manuais, economia de tempo e uma visão mais clara dos gastos corporativos. Isso permite uma gestão mais estratégica e eficaz dos recursos da empresa.

Clique na imagem abaixo e conheça as soluções da Flash que vão inovar a forma que a gestão de despesas corporativas é feita na empresa.

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️