O que é Bleisure? Tudo sobre essa tendência nas viagens corporativas

Entenda o conceito de Bleisure, que mistura o trabalho e lazer e como a modalidade traz vantagens para o colaborador e para a empresa

Flash

Uma pesquisa divulgada pela Forbes revelou que cerca de 57% das empresas dos Estados Unidos já contavam com uma política de viagens que permitiam aos funcionários adicionar tempo de lazer às suas viagens de negócios em 2021. Com a retomada das viagens após a pandemia, a tendência do Bleisure deve ser retomada com ainda mais força.

Mais do que apenas cumprir com seus objetivos de trabalho durante a viagem corporativa, o funcionário pode aproveitar o deslocamento para seu lazer próprio, antes, durante ou até depois. O conceito de Bleisure vai de encontro com a preferência e hábitos dos viajantes de negócios.

Outro estudo, agora da TRLV Lab, mostra as cinco atividades mais realizadas pelos viajantes corporativos no Brasil, como:

  1. 85% visitar restaurantes;
  2. 68,99% usar aplicativos para transporte;
  3. 53,13% fazer compras;
  4. 51,92% visitar shoppings e centros comerciais;
  5. 48,56% visitar atrações turísticas.

Com esses números, é possível ver que quem viaja a negócios também aproveita o deslocamento para o lazer. Logo, o conceito de Bleisure deve ganhar cada vez mais adeptos oficiais, abrir espaço na política de viagens das companhias e levar benefícios para ambos os lados.

O que é Bleisure?

Bleisure é um termo inglês que se originou pela mistura do termo Business (negócios) e Leisure (lazer). Essa modalidade traz vantagens para o colaborador e para a empresa, já que um pode descontrair e o outro garantir a satisfação e qualidade de vida.

O Bleisure pode ser representado por uma viagem de negócios que se estende para uma de lazer e vice-versa. Durante um trajeto, o colaborador cumpre com suas obrigações corporativas e nas horas vagas aproveita para visitar um ponto turístico, por exemplo. Em alguns casos, uma estadia prolongada no destino também pode acontecer, desde que seja acordada previamente.

Para o turismo, essa viagem mista representa grandes porções da receita do turismo. A receita proveniente de viagens que aliam negócios e lazer devem superar a marca de US$730 milhões até 2023, segundo o relatório Bleisure Market Research.

Para os gestores, esse modelo de viagens é um desafio, já que o viajante de negócios tende a gastar de 3 a 4 vezes mais que um turista. Isso implica, obviamente, na necessidade de reduzir custos por parte do responsável. Mesmo assim, representa uma ótima oportunidade de garantir satisfação dos funcionários.

Enquanto para os colaboradores, o Bleisure é sinônimo de liberdade e sensação de reconhecimento ou recompensa, para os gestores significa elevar o nível de satisfação e bem-estar do viajante.

5 vantagens do Bleisure para empresas e viajantes corporativos

O Bleisure traz alguns benefícios que merecem atenção. Adotar essa tendência de viagens corporativas impacta positivamente o dia a dia de uma organização. Entre as vantagens podemos citar:

  1. Satisfação: O Bleisure permite que colaboradores estendam suas estadias, explorando novos destinos e culturas, o que melhora significativamente a sua relação com o trabalho e aumenta sua satisfação e bem-estar geral.
  2. Motivação: A possibilidade de combinar trabalho e lazer motiva os colaboradores a se destacarem, visando oportunidades de viagem que beneficiam tanto a organização quanto suas experiências pessoais.
  3. Aumento da produtividade: Colaboradores motivados por viagens de Bleisure tendem a ser mais produtivos, buscando ativamente alcançar objetivos que possam resultar em mais oportunidades de Bleisure.
  4. Oportunidade de economia e ROI: Integrar o Bleisure às viagens corporativas pode resultar em economias significativas para a empresa, aumentando o retorno sobre o investimento em viagens de negócios ao maximizar as oportunidades de negócios e networking.
  5. Ampliação de networking: Viagens de Bleisure facilitam o networking em ambientes informais, proporcionando oportunidades únicas de construir relações valiosas e explorar novos mercados.

Desafios e oportunidades do Bleisure na política de viagens

A integração do Bleisure nas políticas de viagem representa uma evolução significativa na forma como as empresas veem e gerenciam as viagens de seus colaboradores.

Ao adotar esse modelo formalmente, as organizações demonstram uma compreensão profunda das necessidades de equilíbrio entre vida pessoal e profissional de seus funcionários, incentivando uma cultura de trabalho mais feliz e produtiva.

Uma política de viagem que abraça o Bleisure deve começar com diretrizes claras, definindo o que é permitido em termos de extensão da viagem para lazer e quais despesas são cobertas. Esse passo assegura transparência e compreensão mútua, evitando mal-entendidos e estabelecendo expectativas realistas.

No entanto, não é apenas isso que deve constar. Abaixo, destacamos alguns pontos cruciais sobre essa relação.

Tempo para compra de passagens

O Bleisure pode ser a extensão de uma viagem a trabalho, então a compra da passagem de ida deve ser feita normalmente pela empresa. A de volta, entretanto, precisa ser pensada com cuidado. A organização vai cobrir a passagem de volta? Se sim, a reserva e o planejamento precisa acontecer com antecedência.

Caso a organização não vá cobrir os gastos com a passagem de volta, é necessário que isso esteja bem claro para o colaborador. Caso contrário, algumas indisposições podem acontecer, levando até mesmo a processos trabalhistas quando o direito do viajante corporativo é ferido.

Regras para reembolso de despesas

A distinção entre despesas de negócios e pessoais mantém a integridade fiscal da empresa, delineando claramente o que configura como reembolso ou não. Além disso, a segurança do colaborador é prioritária, com políticas estendendo o cuidado da empresa para além do ambiente profissional, garantindo que se sintam seguros e apoiados durante toda a viagem.

O uso de tecnologia facilita a gestão de viagens de Bleisure, tornando o processo de reserva e reembolso transparente e alinhado às políticas da empresa. Avaliar regularmente estas políticas, com base no feedback dos colaboradores, permite ajustes que atendam melhor às suas necessidades e melhorem sua experiência de viagem.

Normas de conduta

A corporação que quer adotar o Bleisure como modalidade de viagens precisa ter um conjunto de regras acertadas para essas ocasiões. Como dissemos, o momento de lazer é momento de lazer e o colaborador não deve se preocupar com trabalho.

Mas, em algumas ocasiões, o funcionário pode estar em um local onde há outros profissionais, e uma ‘gafe’ não pode acontecer nessas situações.

Duty of Care nas viagens mistas

O Duty of Care é o dever de cuidar dos colaboradores dentro e fora do ambiente de trabalho. Um dos pilares desse conceito é garantir o bem-estar dos funcionários, situação que se relaciona diretamente com o Bleisure.

Mas, além disso, é necessário garantir a segurança dessas pessoas que também vão viajar a lazer. Para garantir a segurança e bem-estar dos colaboradores, algumas medidas devem ser tomadas.

Essas medidas envolvem limitar os dias de lazer que os colaboradores podem desfrutar e até lugares que podem ir. Isso é necessário porque essa área ainda é cinzenta perante a lei pois não existe nenhuma que regulamenta essa questão.

O que há é um consenso. Limitar os dias que o funcionário pode usufruir do Bleisure diminui a janela de exposição dele, o que garante que ele fique mais seguro. Já limitar os locais que eles podem ir garante que eles não entrem em locais de risco, por exemplo.

Tudo isso promove o Duty of Care dentro da organização, garantindo o compliance e conformidade com as leis, além do amparo dos viajantes.

Bleisure, tecnologia e o futuro da gestão de viagen

Para organizar de forma eficaz o dia a dia de viagens a trabalho é preciso se dividir em diversas atividades. Quando falamos de uma viagem desse tipo, que mistura duas modalidades, as exigências são ainda maiores.

Garantir o compliance e eficiência dos processos de reembolso não é tarefa fácil, e o Bleisure demanda mais atenção com formas de pagamento e armazenamento de notas. Algum descuido nesse processo pode ser uma janela para fraudes acontecerem.

Nesse sentido, a plataforma de gestão de viagens da Flash pode ajudar, tanto para garantir o compliance e segurança dos viajantes, quanto para gerir as melhores formas de pagamento.

A solução promove o Duty of Care, já que os colaboradores podem contar com um suporte humanizado 24h. Isso evita que eles se sintam desamparados e garante que tenham ajuda caso precisem. Já o recurso de Cartão Corporativo permite que todas as despesas de diferentes cartões sejam geridas. Isso facilita o faturamento, centraliza todos os lançamentos e descomplica o acompanhamento dos gastos.

Essas são apenas algumas ferramentas que temos disponíveis para facilitar as rotinas financeiras. A Flash transforma o seu jeito de gerir despesas com praticidade e facilidade. Está pronto para abraçar a mudança? Fale com um de nossos especialistas e descubra como.

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

icon-form

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️