Descubra 7 exemplos de custos variáveis e como gerenciar na empresa

Custos variáveis podem se tornar um desafio na gestão financeira. Conheça os principais deles e veja algumas dicas para gerenciá-los.

Flash

Compreender quais são os custos fixos e variáveis de uma empresa é o primeiro passo para uma gestão financeira saudável. Seja visando uma melhor precificação de produtos e serviços ou até mesmo para calcular as margens de lucro, o gestor precisa ter essa informação.

A pergunta que fica é: quais são os custos variáveis de uma empresa?

Os gastos variáveis são aqueles que variam de acordo com a produção ou vendas. Tratam-se de custos diretamente ligados à operação da organização. Por conta disso, aumentam e diminuem conforme o aumento ou queda da produtividade, tanto para produtos quanto para serviços.

Conhecer esse tipo de custo é essencial na hora de elaborar o orçamento empresarial. Só assim será possível que o gestor financeiro planeje os gastos da companhia e preveja investimentos em períodos de alta demanda, sazonalidades de venda, entre outras especificidades do modelo de negócios.

Quando falamos em redução de custos na empresa, uma prática constante e necessária, isso só é possível com o conhecimento aprofundado sobre os gastos. Sem saber onde é possível reduzir, as ações podem aproximar a companhia de riscos financeiros.

Neste conteúdo, vamos trazer informações valiosas sobre tudo o que envolve a identificação e gestão dos custos variáveis dentro de uma empresa, além de detalhar sua importância e o porquê você precisa analisá-los minuciosamente. Acompanhe a leitura.

Exemplos práticos de custos variáveis

Entende-se que o valor variável de um item está ligado às etapas de produção e comercialização. Isso inclui despesas como tributos devidos no momento da emissão de notas fiscais, comissões pagas aos vendedores, custos de transporte e taxas cobradas por plataformas de vendas online. Esses custos devem ser meticulosamente considerados no cálculo do preço final do produto.

Já os custos fixos referem-se às despesas corporativas constantes, que são necessárias para manter a operação do negócio, independentemente do volume de vendas. 

Por exemplo, em uma indústria multinacional de produtos de consumo, períodos de alta demanda podem levar a um aumento proporcional nos custos variáveis.

  • Salário dos funcionários e mão de obra extra: durante picos de produção ou vendas, pode ser necessário contratar mão de obra temporária ou pagar horas extras aos funcionários existentes. Esses custos são diretamente proporcionais ao volume de produção e vendas.
  • Comissão de vendas: as comissões pagas aos vendedores geralmente são baseadas no volume de vendas. Assim, quanto maior esse número, mais alto será o valor total das comissões.
  • Viagens corporativas – hospedagem, alimentação e transporte: em eventos especiais ou temporadas de alto volume de negócios, as empresas podem precisar que os colaboradores viagem a trabalho Os custos com hospedagem, alimentação e transporte são variáveis e dependem da frequência e da duração dessas viagens.
  • Taxas de remessa: com um aumento nas vendas, especialmente para empresas que operam no e-commerce, as taxas de remessa aumentam de acordo com o número de pedidos a serem enviados.
  • Logística: o gerenciamento eficiente da cadeia de suprimentos e o transporte de mercadorias podem ter custos variáveis, ajustando-se ao volume de produtos a serem movimentados e entregues.
  • Matéria-Prima: a necessidade de insumos cresce com o aumento da produção. Portanto, o custo associado à aquisição de matéria-prima varia com a quantidade produzida.
  • Reembolso de despesas: em alguns casos, despesas como viagens de negócios, entretenimento de clientes ou outras atividades promocionais podem ser reembolsadas. Esses custos são variáveis e dependem da intensidade das atividades de negócios realizadas.

Estes exemplos ilustram como os custos variáveis são flexíveis e diretamente atrelados à atividade econômica da empresa, diferenciando-se dos custos fixos que permanecem constantes independente do volume de negócios.

Planilha gratuita para calcular custos fixos e variáveis

Impacto dos custos variáveis nas finanças empresariais

Os gastos constantes e aqueles que flutuam têm um papel determinante na saúde financeira de uma empresa, influenciando diretamente sua capacidade de gerar lucro.

Esses gastos, que incluem despesas como aluguel, remunerações e custos operacionais, permanecem estáveis independentemente do volume de produção ou das vendas realizadas. Portanto, é essencial que a empresa produza receitas que não só cubram esses custos, mas também proporcionem uma margem de lucro satisfatória.

A relação entre esses gastos e as receitas da empresa é crucial para sua flexibilidade financeira. Quando os gastos são desproporcionais em relação à receita, a empresa pode enfrentar desafios ao tentar realizar investimentos importantes ou adaptar-se a mudanças de mercado.

Além disso, a capacidade de uma empresa investir e expandir suas operações pode ser afetada pela proporção dos gastos fixos. Se estes representarem uma parcela significativa do orçamento, a organização pode se ver limitada em termos de expansão ou resposta a um crescimento na demanda.

Dicas para gerenciamento de custos variáveis

Para otimizar a gestão financeira, especialmente no que tange aos gastos contínuos e flutuantes, algumas estratégias são fundamentais. 

Elaboração de um planejamento financeiro detalhado

Criar um planejamento financeiro detalhado é fundamental. Estabeleça metas realistas com base na situação atual do negócio e mantenha uma rotina regular de monitoramento financeiro. 

Isso permite antever custos, verificar se as receitas e despesas estão alinhadas com o planejado e, consequentemente, melhora a previsibilidade dos lucros, facilitando a tomada de decisões estratégicas.

Classificação e monitoramento dos custos

É aconselhável categorizar e registrar todos os custos, mesmo os menores. Isso ajuda a compreender como os recursos estão sendo alocados e a identificar áreas potenciais para redução de custos.

Gerenciamento frequente dos custos

Uma administração inteligente exige monitoramento regular das entradas e saídas financeiras. Isso possibilita fazer projeções futuras, identificar discrepâncias e desenvolver estratégias para diminuir gastos e aumentar a lucratividade.

Implementação de controles internos rigorosos

Estabelecer controle de despesas corporativas ajuda a evitar desperdícios e promove uma cultura de economia de custos. Um bom processo de compras, por exemplo, inclui desde a avaliação da necessidade até a negociação com fornecedores, passando por aprovação de orçamentos e definição de prazos.

Planilha gratuita para calcular custos fixos e variáveis

 

Gestão atenta dos impostos

Conhecer profundamente os impostos e tributos devidos pela empresa permite cumprir as obrigações legais e evitar penalidades. Uma gestão fiscal atenta é essencial para manter a conformidade e evitar custos adicionais.

Treinamento da equipe

Investir na capacitação da equipe é vital para a eficiência da gestão de custos. Funcionários bem treinados podem otimizar o uso de recursos, reduzir desperdícios e contribuir para a redução de custos operacionais, como economia no uso de energia e água.

Adoção de tecnologias para auxiliar na gestão

A implementação de soluções tecnológicas avançadas, como a Flash, é fundamental para aprimorar a gestão financeira. Esta plataforma especializada em gestão de despesas corporativas oferece recursos como o Cartão Corporativo Flash Expense, que facilita o gerenciamento e a prestação de contas de gastos de forma integrada. 

Além disso, sua funcionalidade para viagens corporativas ajuda a assegurar a aderência às políticas da empresa e a aprovação de despesas via celular. Tais ferramentas digitais contribuem significativamente para a melhoria dos processos financeiros, otimizando o controle de custos e aumentando a eficiência operacional das empresas.

Implementando essas estratégias, é possível gerir os gastos de forma mais eficiente, alcançando resultados financeiros expressivos para a empresa. Compreender e gerenciar os custos variáveis é fundamental para a saúde financeira de qualquer empresa. 

Venha fazer parte do futuro da gestão de despesas com a Flash. Clique na imagem abaixo e descubra como podemos facilitar o gerenciamento financeiro do seu negócio. 

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️