O que é carta de demissão e 4 modelos para personalizar na sua empresa

Descubra o que é carta de demissão, como elaborar uma e porque é importante. Confira 4 modelos de carta de demissão para personalizar na sua empresa.

Flash

Elaborar uma carta de demissão pode ser bastante desafiador. Isso ocorre porque o ato de pedir demissão é um momento delicado tanto para a empresa quanto para o colaborador.

Nessa transição de carreira, contar com um modelo de carta de pedido de demissão pronto e simples de usar é essencial.

Por isso, vamos explorar como elaborar uma carta de demissão detalhada e alguns itens indispensáveis, tanto os de responsabilidade da empresa quanto do funcionário. Aprenda o que deve ser solicito a dispensa de pedido de demissão e quando é aplicável o aviso prévio de 30 dias.

Acompanhe a leitura e veja como a carta de desligamento da empresa deve ser feita em demissão sem justa causa e demissão por justa causa. Aproveite para utilizar, também, nossos modelos de carta de pedido de demissão.

O que é uma carta de demissão?

A carta de demissão também pode ser conhecida como carta de desligamento ou carta demissional. Trata-se de um documento formal que um funcionário envia ao empregador para comunicar sua intenção de deixar o emprego.

A carta de demissão é uma etapa crucial do processo de saída de um emprego, pois formaliza a intenção do funcionário de encerrar o vínculo empregatício de maneira adequada e profissional. Além disso, fornece uma documentação do pedido de demissão que pode ser útil para as duas partes em questões legais e administrativas.

Escrever uma carta de demissão para a empresa é uma prática comum e obrigatória. De acordo com o Art. 487 da CLT, a carta de pedido de demissão é obrigatória. O pedido de demissão deve ser comunicado com antecedência de 30 dias até a data definitiva de desligamento.

Ao seguir as diretrizes, a empresa pode dar andamento no processo de demissão e realizar o desligamento. Além de contribuir para um relacionamento positivo entre empregado e empregador.

Por que é preciso escrever uma carta de demissão?

Escrever uma carta de demissão é um procedimento padrão por várias razões.

Formalidade e profissionalismo

A carta de demissão demonstra respeito pelo empregador e pelo processo de desligamento. Ela ajuda a manter um tom profissional durante a transição.

Documentação

A carta de demissão transcreve o pedido de demissão, o que pode ser útil para as duas partes em questões legais e administrativas. Além disso, ela serve como comprovação da data em que o funcionário comunicou sua intenção de sair.

Clareza e registro

A carta de demissão esclarece os detalhes da saída, como o motivo (se desejar incluir), entre outras informações relevantes. Ter esses detalhes por escrito ajuda a evitar mal-entendidos entre a empresa e o funcionário.

Muito se questiona o porquê o pedido de demissão tem que ser escrito à mão. A resposta é que a carta de demissão não precisa necessariamente ser escrita à mão.

Na maioria dos casos, uma carta digitada ou impressa é perfeitamente aceitável, basta ser profissional e legível. A exigência de que a carta seja escrita à mão é mais rara hoje em dia. Algumas empresas podem preferir uma carta escrita à mão, mas isso não é uma regra.

Para esclarecer o que acontece quando o funcionário pede demissão, listamos os 5 passos a seguir:

  1. o funcionário redige a carta de demissão, incluindo detalhes da saída e agradecimentos;
  2. a carta de demissão é entregue ao empregador, seja pessoalmente ou por email;
  3. o empregador avalia a carta e entra em contato com o funcionário para discutir os procedimentos da demissão, como o aviso prévio;
  4. durante o aviso prévio as responsabilidades e projetos do colaborador são transferidos e;
  5. na data acordada, o vínculo empregatício é encerrado, e o funcionário deixa a empresa.

Como fazer uma carta de demissão?

Fazer uma carta de demissão requer atenção aos detalhes e um tom profissional. Aqui está um guia passo a passo sobre como criar uma carta de demissão:

  • cabeçalho;
  • cumprimentação;
  • intenção de demissão;
  • data de término;
  • motivo (opcional);
  • agradecimento (opcional);
  • compromisso de transição (opcional);
  • despedida;
  • cópia para os registros;
  • entrega da carta.

Cabeçalho

No topo da página, inclua seu nome completo, telefone, e-mail e a data em que você está redigindo a carta. Abaixo, o nome da empresa, o nome do destinatário (geralmente seu supervisor ou o departamento de RH), e o cargo do destinatário.

Cumprimentação

Comece a carta com uma saudação profissional, como "Prezado [Nome do Destinatário]" ou "Caro [Nome do Destinatário]".

Intenção de demissão

No primeiro parágrafo, esclareça de que forma você está pedindo demissão do seu cargo. Você pode usar uma declaração simples, como "Estou escrevendo esta carta para informar minha intenção de pedir demissão do cargo [seu cargo] na [nome da empresa]."

Data de término

No segundo parágrafo, indique a data em que você pretende encerrar seu emprego. Isso é importante para estabelecer a data de início do aviso prévio, se aplicável.

Por exemplo, você pode escrever: "Minha última data de trabalho será em [data], de acordo com o período de aviso prévio de [número de semanas] estabelecido em meu contrato."

Motivo (opcional)

Você pode optar por explicar o motivo de sua demissão, se sentir que é apropriado. Isso não é obrigatório, mas pode ser útil para manter uma comunicação transparente. Mantenha a explicação breve e positiva, evitando críticas à empresa ou colegas.

Agradecimento (opcional)

Expressar gratidão pela oportunidade de trabalhar na empresa é uma maneira cortês de encerrar a carta. Por exemplo, você pode escrever: "Gostaria de agradecer pelo tempo que passei na [nome da empresa]."

Compromisso de transição (opcional)

Ofereça-se para auxiliar na transição, seja treinando seu substituto, concluindo projetos em andamento ou fornecendo informações relevantes. Isso demonstra profissionalismo.

Despedida

Encerre a carta com uma despedida, como "Atenciosamente", seguida por sua assinatura.

Cópia para os registros

Faça uma cópia da carta para seu próprio registro antes de entregá-la.

Entrega da carta

Entregue pessoalmente ou envie por e-mail a carta de demissão ao responsável.

Lembre-se de que a carta de demissão deve ser profissional e respeitosa. Evite fazer críticas ou reclamações em sua carta, mesmo que tenha tido uma experiência negativa na empresa. Manter um tom positivo e profissional é importante ao pedir demissão.

Modelos de cartas de demissão

Existem diversos tipos de carta de demissão, como a carta de demissão feita a mão por exemplo. Assim como alguns modelos de pedido de demissão combinados entre a empresa e o funcionário, como a carta de demissão com ou sem aviso prévio.

Para essas situações, veja 4 modelos de carta de demissão para copiar e colar.

1. Carta formal de demissão com aviso prévio

[Seu Nome]

[Seu Endereço]

[Seu CEP]

[Seu E-mail]

[Seu Número de Telefone]

[Data]

[Nome do Destinatário]

[Título do Destinatário]

[Nome da Empresa]

[Endereço da Empresa]

[Cidade, Estado, CEP]

Prezado [Nome do Destinatário],

Estou escrevendo para formalmente notificar minha intenção de pedir demissão do cargo de [Seu Cargo] na [Nome da Empresa]. De acordo com o meu contrato de trabalho, meu aviso prévio será de [Número de Semanas], e minha última data de trabalho será em [Data de Término].

Após uma cuidadosa reflexão, tomei essa decisão levando em consideração as oportunidades pessoais e profissionais que surgiram.

Gostaria de agradecer à [Nome da Empresa] por todos os anos de colaboração e crescimento que experimentei aqui. Durante o período de aviso prévio,meu compromisso é concluir todas as minhas responsabilidades, auxiliar na transição de projetos e treinar meu substituto, se necessário.

Agradeço a todos na [Nome da Empresa] e desejo à equipe sucesso contínuo no futuro. Mantenho-me à disposição para qualquer assistência adicional durante este processo de transição.

Atenciosamente,

[Seu Nome]

[Assinatura Manuscrita (se a carta for impressa)]

2. Carta informal de demissão com aviso prévio

[Seu Nome]

[Data]

Caro [Nome do Destinatário],

Espero que esta carta o encontre bem. Estou escrevendo para informar que decidi pedir demissão do cargo de [Seu Cargo] na [Nome da Empresa]. De acordo com o meu contrato de trabalho, estou disposto a cumprir o aviso prévio de [Número de Semanas], com minha última data de trabalho programada para [Data de Término].

Após uma reflexão cuidadosa, decidi dar este passo, impulsionado por motivos pessoais e profissionais.

Gostaria de agradecer a todos na [Nome da Empresa] pela colaboração e pelo tempo valioso que passei aqui. Comprometo-me a concluir minhas responsabilidades pendentes e auxiliar na transição da melhor forma possível.

Mais uma vez, obrigado por tudo, e desejo sucesso contínuo à equipe da [Nome da Empresa].

Atenciosamente,

[Seu Nome]

3. Carta de demissão sem aviso prévio

[Seu Nome]

[Seu Endereço]

[Seu CEP]

[Seu E-mail]

[Seu Número de Telefone]

[Data]

[Nome do Destinatário]

[Título do Destinatário]

[Nome da Empresa]

[Endereço da Empresa]

[Cidade, Estado, CEP]

Prezado [Nome do Destinatário],

Estou escrevendo para formalmente notificar minha intenção de pedir demissão do cargo de [Seu Cargo] na [Nome da Empresa]. Devido a circunstâncias pessoais imprevistas, não poderei cumprir o aviso prévio de acordo com o meu contrato.

Minha última data de trabalho será em [Data de Término]. Estou ciente dos desafios que podem surgir devido à falta de aviso prévio, mas estou disposto a colaborar para minimizar qualquer impacto negativo.

Agradeço a oportunidade de trabalhar na [Nome da Empresa] e desejo à equipe muito sucesso no futuro.

Atenciosamente,

[Seu Nome]

4. Cartão de demissão detalhada com aviso prévio

[Seu Nome]

[Seu Endereço]

[Seu CEP]

[Seu E-mail]

[Seu Número de Telefone]

[Data]

[Nome do Destinatário]

[Título do Destinatário]

[Nome da Empresa]

[Endereço da Empresa]

[Cidade, Estado, CEP]

Prezado [Nome do Destinatário],

Escrevo esta carta para comunicar formalmente minha decisão de pedir demissão do cargo de [Seu Cargo] na [Nome da Empresa]. De acordo com o meu contrato de trabalho, meu aviso prévio será de [Número de Semanas], com minha última data de trabalho prevista para [Data de Término].

Esta decisão foi cuidadosamente ponderada e é motivada por oportunidades profissionais que acredito serem compatíveis com meus objetivos de carreira. Gostaria de expressar minha gratidão pela experiência valiosa que adquiri aqui na [Nome da Empresa]. Durante o período de aviso prévio, estou comprometido em concluir minhas responsabilidades, auxiliar na transição de projetos e treinar meu substituto, se necessário.

Agradeço por tudo o que aprendi e desejo à [Nome da Empresa] sucesso contínuo e crescimento.

Atenciosamente,

[Seu Nome]

[Assinatura Manuscrita (se a carta for impressa)]

Lembre-se de personalizar esses modelos de acordo com sua situação específica. Isso inclui, por exemplo, local e data, o motivo da demissão e outros detalhes relevantes.

Responsabilidades da empresa quando o funcionário pede demissão

Quando um funcionário pede demissão, a empresa tem várias responsabilidades a cumprir para garantir uma transição suave e cumprir com as obrigações legais. Aqui estão algumas das principais responsabilidades da empresa quando um funcionário solicita demissão.

Aceitar e informar a demissão

A empresa deve aceitar e informar a data de término especificada na carta de demissão. Todos os departamentos envolvidos (supervisores do RH e financeiro) devem ser comunicados referente a saída do funcionário.

Pagar salários e benefícios pendentes

A empresa é responsável por pagar ao funcionário os salários pendentes. Isso inclui os dias trabalhados, horas extras, férias não utilizadas e outros benefícios devidos de acordo com o contrato de trabalho.

Emitir os documentos de rescisão

A empresa deve emitir documentos como o recibo de pagamento final e, em alguns casos, uma carta de referência, conforme solicitado pelo funcionário.

Entregar os benefícios sociais

Se houver benefícios sociais, como plano de saúde ou plano de aposentadoria, a empresa deve fornecer informações sobre como o funcionário pode receber esses benefícios.

Transferir as responsabilidades

A empresa deve planejar a transferência de responsabilidades e projetos do funcionário que está saindo para garantir a continuidade das operações.

Garantir a segurança de informações confidenciais

A empresa deve garantir que o funcionário desligado não tenha mais acesso a informações ou sistemas confidenciais após o término do contrato.

Manter um ambiente profissional

Durante essa transição, a empresa deve manter um ambiente profissional e apoiar o funcionário que está saindo, evitando hostilidades ou discriminação.

Responsabilidades do funcionário quando pede demissão

Quando um funcionário pede demissão, ele também tem responsabilidades a cumprir, sendo uma delas o aviso prévio. Confira as principais responsabilidades do funcionário ao pedir demissão.

Aviso prévio

Em muitos casos, o funcionário é obrigado a cumprir um período de aviso prévio de 30 dias, conforme estipulado pela CLT. No aviso prévio, o funcionário continua trabalhando mesmo após solicitar a demissão. O objetivo é permitir que a empresa tenha tempo para encontrar um substituto ou fazer ajustes nas operações.

Concluir tarefas pendentes

Durante o aviso prévio, o funcionário deve continuar a desempenhar suas funções. Isso inclui concluir tarefas pendentes e garantir que o trabalho seja entregue de maneira eficaz. Nesse período pode ser necessário treinar colegas ou o substituto para facilitar a transição.

Manter o profissionalismo

É essencial que o funcionário mantenha um comportamento profissional e continue seguindo as políticas da empresa durante o período de aviso prévio. Isso inclui o cumprimento das regras, níveis de desempenho e o respeito pelos colegas e supervisores.

Retornar propriedades da empresa

O funcionário deve devolver quaisquer bens da empresa, como equipamentos, documentos ou chaves, conforme solicitado pela companhia. Isso também inclui a proteção de informações confidenciais e segredos comerciais.

Participar do processo de transição

Se a empresa solicitar, o funcionário deve participar de treinamentos, reuniões ou outras atividades relacionadas à transferência de conhecimento e responsabilidades.

Comunicar-se claramente

O funcionário deve manter uma comunicação interna clara e aberta durante o aviso prévio. Isso envolve informar sobre qualquer desafio ou problema que possa afetar a transição.

Notificar com antecedência

Se o funcionário não pretende cumprir o aviso prévio, ele deve notificar a empresa com antecedência. Nesse caso, o funcionário não recebe o valor correspondente a esse período.

É importante observar que as responsabilidades da empresa e do funcionário podem variar com base no contrato de trabalho. Assim como em relação às políticas da empresa e a legislação vigente.

Em muitos casos, o cumprimento do aviso prévio é uma obrigação legal e contratual. Portanto, é aconselhável que o funcionário e a empresa cumpram suas responsabilidades para manter um ambiente profissional e evitar problemas legais.

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️