Deixe seu trabalho mais simples com a Flash

Fale com um especialista

Qual a importância da saúde mental no trabalho? Dicas e ações para um ambiente saudável

Entenda a importância da saúde mental no trabalho e veja quais fatores devem ser considerados para direcionar as ações de RH.

Flash

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, mais de 18 milhões de brasileiros sofrem com algum distúrbio relacionado à ansiedade. Esse número coloca o Brasil no topo das nações mais ansiosas do mundo. Esses números têm ligação direta com a saúde mental no ambiente de trabalho.

O estresse também é um fator pertinente nessa equação. Segundo levantamento realizado pela Vittude, uma plataforma digital voltada para o cuidado com a saúde mental, 37% das pessoas passam por problemas com estresse severo; 59% sofrem com a depressão e 63% têm sintomas de ansiedade.

Os efeitos colaterais do esgotamento mental são recorrentes e facilmente observáveis. Eles levantam questões fundamentais para o RH, como o aumento das doenças ocupacionais, como o burnout. Além disso, impactam em outras questões empresariais, causando o aumento dos afastamentos no trabalho e, muitas vezes, do turnover.

Por isso, continue lendo e saiba mais sobre a importância da saúde mental no ambiente de trabalho. Veja como a implementação de flexibilidade na jornada de trabalho e a utilização de feedbacks construtivos podem ajudar a enfrentar esses desafios.

O que é saúde mental no trabalho?

O conceito de saúde mental no trabalho refere-se ao bem-estar psicológico e emocional dos funcionários no local de atuação profissional. Envolve a promoção, manutenção e recuperação da saúde física e mental no trabalho, bem como a criação de condições laborais que permitam um equilíbrio entre as demandas profissionais e o bem-estar psicológico.

Isso significa que a saúde mental no ambiente de trabalho está relacionada à capacidade de lidar com o estresse profissional sem que isso resulte em adoecimento físico ou emocional. Além disso, também diz respeito à qualidade das relações interpessoais no trabalho. Ou seja, um ambiente profissional positivo desempenha um papel fundamental na promoção do bem-estar emocional.

A importância da saúde mental no trabalho

Apoiar os funcionários a cuidarem de seu psicológico melhora o clima organizacional e pode otimizar a integração entre equipes. Além disso, pessoas saudáveis e satisfeitas com seu trabalho tendem a ser mais produtivas e engajadas.

Abaixo, veja algumas ideias de ações que podem ajudar o RH e os gestores a cuidar da saúde mental dos funcionários.

  • Capacitação de lideranças: a capacitação de liderança é essencial para desenvolver habilidades e inspirar equipes. Com treinamentos e mentorias, líderes podem aprimorar sua comunicação e suas habilidades na gestão de pessoas;
  • Incentivo à prática de exercícios físicos: a prática regular de exercícios físicos é essencial para manter a saúde física e mental, ajudando a prevenir doenças, melhorar a disposição e promover o bem-estar geral;
  • Eventos para debate sobre o tema: essa iniciativa é essencial para promover a sensibilização e o cuidado com a saúde emocional dos colaboradores, contribuindo para um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo;
  • Incentivo à alimentação saudável: uma alimentação saudável é de extrema importância para a empresa, pois contribui para o bem-estar, a produtividade e a qualidade de vida dos funcionários;
  • Pesquisas de clima para medir a percepção de qualidade de vida: essa é a melhor maneira de verificar se as ações relacionadas à saúde mental estão realmente surtindo efeito para os colaboradores.


Quais fatores interferem na saúde mental do trabalhador?

A saúde mental dos colaboradores pode ser influenciada por fatores psicossociais do ambiente de trabalho, por exemplo. Entenda quais são os desafios da saúde mental no trabalho com os exemplos a seguir.

  • Sobrecarga relacionada ao trabalho: prazos apertados e excesso de trabalho podem levar ao estresse e à exaustão, afetando negativamente a saúde mental;
  • Ambiente de trabalho tóxico: assédio moral, discriminação e relações tóxicas são prejudiciais à saúde mental dos trabalhadores;
  • Desigualdade: tratamento desigual, discriminação de gênero, raça ou orientação sexual no local de trabalho causam impactos negativos na saúde mental;
  • Conflito entre trabalho e vida pessoal: dificuldade em equilibrar as demandas do trabalho com a vida pessoal levam a estresse e tensões;
  • Jornadas irregulares: horários desregulados e longas jornadas de trabalho afetam diretamente o descanso e a qualidade de vida dos funcionários;
  • Estigma em relação à saúde mental: o estigma social presente especialmente nos ambientes corporativos sobre esse tema, pode ser um fator que reprime os trabalhadores a buscarem ajuda quando necessário.

É essencial ressaltar que todos esses fatores são causas diretas de aumento de afastamentos por doenças laborais.

O impacto da pandemia na saúde mental dos trabalhadores

Na prática, a pandemia intensificou os quadros de estresse e ansiedade nos ambientes corporativos. Uma pesquisa realizada pela Zenklub, conduzida pelo Instituto Datafolha, aponta que 60% dos trabalhadores entre 18 e 24 anos sentem ansiedade ou cansaço excessivo por conta da pandemia de Covid-19.

Uma empresa que busca atingir metas e objetivos, deve se preocupar com a saúde mental dos seus colaboradores. Para um ambiente de trabalho saudável, é preciso equilibrar as necessidades pessoais e profissionais. Dessa forma, é possível projetar um desempenho e bem-estar mais elevado do trabalhador.

A qualidade de vida no ambiente de trabalho é um dever da empresa, especialmente do RH. Para isso, é essencial que exista troca de informações, colaboração entre times, divisão e compartilhamento de tarefas e valorização do aspecto coletivo.

Como a saúde mental afeta a qualidade do trabalho?

Pesquisas apontam que 49% dos trabalhadores brasileiros já tiveram crises de ansiedade decorrentes do trabalho. Além disso, 44% informam que já passaram pelo burnout — síndrome que designa o esgotamento mental e físico relacionado ao desempenho de funções profissionais.

Ao contrário de condições físicas, problemas na saúde mental nem sempre são visíveis. Cabe às empresas implementarem ferramentas para que os funcionários possam lidar melhor com problemas como esses. O objetivo é fazer com que as suas equipes estejam mais saudáveis e satisfeitas com seus trabalhos.

Como o RH e os gestores podem incentivar a saúde mental no ambiente de trabalho?

Atualmente, as empresas colocaram o assunto da saúde mental em pauta. Afinal, um funcionário feliz é muito mais produtivo na organização.

5 dicas de ações para promover a saúde mental no trabalho

Confira ações essenciais que os líderes de RHs podem adotar para melhorar a saúde mental no trabalho.

1. Investir em benefícios flexíveis

Os benefícios flexíveis desempenham um papel fundamental na promoção da saúde mental dos colaboradores. Oferecer flexibilidade significa dar mais liberdade e autonomia para os funcionários no uso dos benefícios corporativos, além de permitir que eles utilizem os benefícios de acordo com suas necessidades.

Com a Flash, é possível implementar benefícios flexíveis na empresa de forma prática e segura. Saiba mais clicando na imagem abaixo.


2. Criar programas voltados para a saúde mental

Ações de saúde física, como alimentação saudável e exercícios, incentivam a integração de equipes. O mesmo deve ser feito para a saúde mental, com programas de autoconhecimento, incentivo a terapia e relaxamento, gerando momentos de descompressão em equipe.

Esses programas não apenas destigmatizam as questões de saúde mental, mas também oferecem recursos e apoio acessível aos funcionários. Ao promover uma cultura de autocuidado, a empresa demonstra um compromisso tangível com o bem-estar dos colaboradores.

3. Realizar pesquisas de clima organizacional constantemente

A comunicação é a base para o desenvolvimento da empresa e dos profissionais. Pesquisas de clima, questionários e atividades coletivas podem ser eficazes para compreender e motivar as equipes.

Ao coletar a impressão dos funcionários, é possível identificar pontos de melhoria, destacando áreas que podem impactar diretamente a saúde mental dos colaboradores, como cultura corporativa, suporte emocional, carga de trabalho e relacionamento com colegas. Essa análise permite que a empresa implemente mudanças estratégicas para promover um ambiente mais saudável.

4. Oferecer remuneração adequada

Para que o funcionário sinta-se valorizado, é preciso adotar uma política de remuneração efetiva, como salário e benefícios adequados. Quando os funcionários se sentem financeiramente estáveis, isso reduz o estresse relacionado às questões financeiras, permitindo que se concentrem melhor no trabalho.

Uma remuneração justa e benefícios consistentes não apenas garantem o bem-estar econômico, mas também geram confiança e estabilidade emocional. Baixe nosso e-book e saiba mais sobre como criar uma política de remuneração eficiente na empresa.

5. Aderir à prática de feedback construtivo

O feedback desempenha um papel fundamental na saúde mental dos colaboradores, pois oferece uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional.

Quando fornecido de maneira eficaz, o feedback construtivo não apenas identifica áreas para melhoria, mas também reconhece e reforça pontos fortes. Isso cria um ambiente de trabalho mais transparente, onde os colaboradores se sentem valorizados, compreendidos e capacitados para crescerem.

Leia também: Líderes da Ambev, Danone, Cortex e NovaHaus revelam tendências de saúde mental

Conheça 7 parceiros de saúde e bem-estar da Flash

Estudos revelam que companhias que investem na saúde mental dos funcionários têm alto índice de atração e retenção. Segundo a Global Learner Survey, 92% dos brasileiros priorizam empresas que oferecem algum tipo de programa voltado à saúde mental.

Visando simplificar as ações de RH e melhorar a vida dos profissionais, a Flash oferece 7 parcerias para manter a saúde em dia.

1. Vittude

Uma plataforma digital de saúde mental que oferece serviços de psicoterapia online, conectando terapeutas a pacientes em busca de suporte emocional.

2. Liti Saúde

Uma empresa dedicada ao desenvolvimento de soluções para o setor de saúde, voltada à melhoria da gestão e atendimento de instituições de saúde.

3. Guia da Alma

Uma plataforma online que oferece informações, recursos e serviços relacionados ao bem-estar e desenvolvimento pessoal, incluindo artigos, cursos e eventos.

4. DNA Club

Uma empresa que fornece análise de DNA e genômica pessoal, permitindo aos clientes explorar informações sobre sua saúde, ancestralidade e predisposições genéticas.

5. Plena Vi

Uma agência de viagens especializada em bem-estar e saúde. Seus serviços oferecem pacotes e experiências voltados para o relaxamento e autocuidado.

6. Buddha Spa

Uma rede de spas e centros de bem-estar que oferece uma variedade de tratamentos. Tais como massagens e terapias para promover o relaxamento e o equilíbrio físico e mental.

7. Clude Saúde

Uma empresa de tecnologia voltada para desenvolver soluções para clínicas e hospitais, incluindo software de gestão e ferramentas de atendimento ao paciente.

Vale reforçar que o propósito da Flash é oferecer aos profissionais de RH uma ferramenta que aumente o interesse dos colaboradores. Em nosso aplicativo, temos parcerias com diversas plataformas de terapia online, telemedicina, alimentação saudável e treinos para manter o corpo em movimento. Fale com um de nossos especialistas e entenda como podemos ajudar.

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

icon-form

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️