Conheça nossos produtos

Deixe seu trabalho mais simples com a Flash! Utilize nossos sistemas de gestão de benefícios, despesas e pessoas para facilitar o seu dia a dia.

Fale com um especialista

Quais são as atividades, áreas e atuações do setor financeiro

O setor financeiro é uma das principais áreas de uma organização. É ele que planeja as finanças e garante a longevidade da empresa. Saiba mais!

Flash
Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.
 
 
 
 
 
O setor financeiro é o coração de uma empresa, essencial para sua sobrevivência e crescimento sustentável. Este departamento não apenas cuida das operações diárias relacionadas ao fluxo de caixa, mas também desempenha um papel crítico na projeção do futuro financeiro da organização. 

Sem uma gestão financeira eficiente, uma empresa corre o risco de tomar decisões sem base sólida, o que pode comprometer sua estabilidade e viabilidade a longo prazo.

Além de ser o guardião das finanças, o financeiro é responsável por otimizar processos produtivos, reduzir custos e maximizar a lucratividade. Isso envolve não apenas o gerenciamento das entradas e saídas de dinheiro, mas também a administração do patrimônio da empresa de maneira estratégica. 

Os profissionais dessa área utilizam ferramentas como o planejamento orçamentário e os indicadores-chave de desempenho (KPIs financeiros) para monitorar e guiar a saúde financeira da empresa.

Neste contexto, o departamento financeiro vai além da mera contabilidade. Ele atua ativamente na prevenção de diversos tipos de fraudes, na busca por eficiência operacional e na tomada de decisões que podem determinar o sucesso ou o fracasso empresarial. A ausência de uma gestão financeira robusta pode levar até mesmo à falência.

Ao longo deste artigo, exploraremos as funções, responsabilidades e a importância do setor financeiro dentro das corporações, proporcionando insights essenciais para entender como essa área vital influencia o desempenho e a estratégia empresarial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

11 principais atuações do financeiro dentro da organização

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A rotina deste departamento é dividida em inúmeras partes, é quase interminável. Os colaboradores precisam desempenhar muitas funções, os gestores financeiros precisam se desdobrar em diversas atividades e os CFOs acompanhar incontáveis métricas.

Mesmo assim, é possível separar as tarefas mais comuns, confira as 11 atribuições mais comuns do setor financeiro:
 
 
 
 
 
  1. planejamento financeiro;
  2. controle interno;
  3. gestão de fluxo de caixa;
  4. apuração de movimentações;
  5. auditorias internas;
  6. pagamento de fornecedores;
  7. alocação de verba;
  8. controle de estoque;
  9. reembolso de despesas;
  10. gestão de compras
  11. acompanhamento de indicadores.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

1. Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é uma ferramenta vital na gestão empresarial. Ele permite que gestores e diretores tenham uma visão clara de quanto e onde investir, otimizando a alocação de recursos. Sem um planejamento financeiro robusto, as empresas correm o risco de acumular dívidas insustentáveis ou de gastar além do necessário, expondo-se a riscos financeiros significativos.

 

 
 
 
 
 
 

2. Controle interno

O controle interno é crucial para assegurar a legitimidade das transações financeiras, incluindo contas a pagar e a receber. Este processo não apenas facilita o cumprimento do planejamento financeiro e das políticas internas, mas também promove uma gestão transparente e responsável dos recursos.

 

 

 

 
 
 
 
 

3. Gestão de fluxo de caixa

Acompanhar de perto o fluxo de caixa é essencial para o setor financeiro. Esta atividade permite aos gestores monitorar todas as entradas e saídas de recursos, preparando a empresa para qualquer imprevisto e possibilitando uma análise financeira mais precisa e fundamentada.

4. Apuração de movimentações

Esta função envolve a verificação rigorosa das transações efetuadas, incluindo pagamentos realizados e recebidos através de cartões corporativos. Tal monitoramento é vital para identificar possíveis irregularidades ou violações das normas empresariais, assegurando a conformidade e a integridade nas operações financeiras.

 

 

 

 

 

 

 

.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

5. Auditorias internas

 

 

 

 

 

 

 

A realização de auditorias financeiras é uma prática essencial dentro do departamento financeiro, parte integrante da rotina de gestão de riscos. 

Essas auditorias garantem que todas as operações financeiras, incluindo reembolsos de despesas de colaboradores em viagens ou trabalhos externos, sejam executadas conforme as políticas da empresa. 

A auditoria de reembolsos, por exemplo, é crucial para prevenir e identificar despesas superfaturadas ou gastos não autorizados. Dessa forma, protegendo a empresa contra perdas financeiras que podem se acumular com o tempo.

Pensando nisso, criamos um Guia Completo de Auditoria de Reembolso Despesas. Baixe, ganhe tempo e comece a fazer suas auditorias.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

6. Pagamento de fornecedores

Gerenciar eficazmente o pagamento de fornecedores é crucial para manter um bom relacionamento comercial e assegurar a continuidade do suprimento de matérias-primas. 

Este processo é um componente chave do planejamento financeiro e ajuda a evitar atrasos que poderiam resultar em custos adicionais por juros ou multas. Isso garante que a produção e oferta de serviços não sejam interrompidas.

7. Alocação de verba

A alocação de recursos financeiros, seja para adiantamentos, investimentos em novas ferramentas, contratação de serviços ou colaboradores, exige uma análise criteriosa dos indicadores financeiros e do planejamento orçamentário. Esta tarefa assegura que todas as decisões de investimento sejam baseadas em dados concretos, aumentando a segurança e eficácia das operações financeiras.

8. Controle de estoque

Para empresas que lidam com produtos físicos, o controle de estoque é vital para manter a saúde financeira. 

Uma gestão eficiente de estoque evita excessos que podem ocasionar custos elevados ou falta de produtos que impactam negativamente as vendas. Técnicas como o Custeio ABC, além de métodos para otimizar o fluxo de entrada e saída de mercadorias, são fundamentais para manter o equilíbrio entre a disponibilidade de produtos e a demanda do mercado.

9. Reembolso de despesas

O reembolso de despesas é uma atividade crucial em todas as organizações, visando assegurar a satisfação dos colaboradores e o cumprimento legal. 

Segundo o Artigo 2 da CLT, os custos associados às atividades empresariais não devem ser repassados aos funcionários. Implementar uma política de reembolso clara e eficaz é essencial, mas a criação dessa política pode ser complexa e demorada. 

O processo de desenvolvimento inclui a definição de diretrizes, regras e exceções, demandando um investimento significativo de tempo e recursos. Sem um processo formalizado, muitas empresas encontram dificuldades para estruturar ou iniciar suas políticas de reembolso.

Para te auxiliar nesse processo, preparamos um passo a passo da política de reembolso. Assim, os gestores conseguem criar as suas próprias diretrizes de forma rápida e prática. Baixe agora gratuitamente clicando na imagem abaixo.

 10. Gestão de compras

A gestão de compras é vital para o controle financeiro e a redução de custos dentro de uma empresa. Ao estabelecer cronogramas específicos para aquisições e alinhar-se com o departamento de compras, o setor financeiro pode garantir melhores preços e descontos em compras volumosas. 

Esta colaboração também envolve treinar a equipe em técnicas de negociação e estabelecer limites de gastos que alinham com as metas financeiras da empresa, promovendo uma gestão mais eficiente dos recursos.

11. Acompanhamento de indicadores

Monitorar indicadores financeiros é essencial para uma gestão eficaz no curto, médio e longo prazo. A análise de indicadores foca em alguns pilares, como:

  • margem de contribuição;
  • lucratividade;
  • rentabilidade;
  • ativo circulante;
  • e margens bruta e líquida.

Esses índices permitem que o setor financeiro avalie a competitividade da empresa, ajuste a precificação de produtos e serviços, e determine a capacidade de investimento para crescimento sustentável. 

O mapeamento e a análise cuidadosa desses indicadores são passos cruciais para garantir a saúde financeira da empresa e suportar decisões estratégicas informadas.

Para não deixar nenhuma dúvida sobre esses KPIs, preparamos um guia completo com os 25 principais indicadores financeiros de uma empresa para te ajudar nesse mapeamento. Baixe, confira se sua organização já tem todos listados e acompanhe a leitura para entender mais sobre o setor.

Áreas do departamento financeiro

O departamento financeiro é diversificado, com várias áreas especializadas que contribuem para o gerenciamento eficaz dos recursos da empresa. 

Abaixo estão as principais áreas deste setor, cada uma desempenhando funções vitais para a saúde financeira e operacional da organização:

Tesouraria

A tesouraria é crucial para o gerenciamento do fluxo de caixa da empresa. Profissionais nesta área são responsáveis por monitorar todas as transações financeiras, incluindo entradas e saídas de recursos. Eles utilizam ferramentas que vão desde planilhas tradicionais até softwares avançados para garantir precisão na gestão e otimização dos fluxos financeiros.

Contabilidade

A contabilidade é fundamental para administrar o patrimônio da empresa. Esta área foca no registro de lucros, prejuízos e na gestão de ativos e passivos. Contadores trabalham intensamente com indicadores financeiros e realizam análises contínuas para identificar áreas de melhoria e garantir a precisão dos registros financeiros.

Gestão fiscal

A gestão fiscal assegura que a empresa esteja em conformidade com as obrigações tributárias, estrategicamente para reduzir legalmente os encargos fiscais. Profissionais dessa área mantêm uma agenda tributária atualizada, calculam impostos e exploram oportunidades de otimização fiscal, como a alteração do regime tributário para economizar em taxas.

Planejamento

O planejamento financeiro abrange o planejamento tributário, orçamentário e financeiro geral, estabelecendo metas e diretrizes que orientam a alocação de recursos. Esta função é essencial para prever e medir o sucesso das estratégias empresariais, garantindo que os objetivos financeiros sejam alcançados.

Demonstrações financeiras

Os profissionais responsáveis pelas demonstrações financeiras preparam documentos críticos como o balanço patrimonial e a Demonstração de Resultados do Exercício (DRE). Estes documentos são vitais para avaliar o desempenho financeiro da empresa e são essenciais para a transparência perante stakeholders e o mercado em geral.

Quais os cargos do financeiro?

Os cargos deste departamento são variados, indo desde os mais simples até os mais complexos. Então, aqui encontram-se dos assistentes aos diretores. Confira abaixo os principais cargos da área:

  • auxiliar financeiro;
  • analista financeiro;
  • supervisor financeiro;
  • gerente financeiro;
  • diretor financeiro.
  • Auxiliar financeiro

Auxiliar financeiro

Este profissional tem a responsabilidade de organizar os documentos, controlar os fluxos e acompanhar as transações financeiras, mas também pode dar suporte à equipe. Ou seja, trata-se de um cargo operacional, mas imprescindível para que a rotina corra bem.

Analista financeiro

O analista é o cargo que lida com números, ele deve acompanhar tudo o que é feito em relação às finanças e procurar otimizações. Seja por meio de análises de custos ou de indicadores financeiros, ou projeções, ele garante que os recursos sejam melhor empregados.

Supervisor financeiro

O supervisor fica encarregado de garantir que o trabalho do analista e auxiliar sigam bem. Além disso, a gestão de custos, orçamentária ou de compras ficam sob sua tutela. Mesmo assim, este profissional também faz análises.

Gerente financeiro

Este é o responsável por gerir as informações do fluxo de caixa, bem como todas as suas entradas e saídas. Ele também planeja e constrói os relatórios que serão enviados aos superiores. Além disso, procura sempre otimizações no setor em que trabalha.

Gestor financeiro

O gestor financeiro desempenha um papel fundamental, planejando ações, controlando recursos e criando relatórios. No entanto, diferente do gerente, este profissional é responsável por uma equipe.

Dessa forma, seja no que tange a evolução destes profissionais ou os resultados que eles atingem, ele procura os melhores caminhos. Além disso, este é o cargo com contato mais próximo com o alto escalão da empresa.

CFO

O CFO, ou diretor financeiro, é o cargo mais alto do setor, sendo o C-level da área. Ele é quem aprova, gere, checa e acompanha todas as ações do departamento. Ele, junto dos gestores, define políticas de gastos e outras diretrizes importantes para os objetivos organizacionais.

Agora que você entendeu mais sobre as áreas, responsabilidades e cargos dentro do departamento, que tal conhecer a solução ideal para otimizar o trabalho do financeiro?

Otimize o setor financeiro com a Flash 

O setor financeiro é crítico para a gestão eficaz das finanças e despesas de uma empresa. Entretanto, a eficiência no planejamento e controle dessas atividades muitas vezes depende da disponibilidade e precisão das informações financeiras.

A realização de auditorias internas ou externas sem acesso a dados corretos e atualizados pode não apenas ser ineficaz, mas também arriscar a integridade financeira da empresa. Tradicionalmente, muitas organizações dependem de planilhas dispersas, o que pode comprometer a agilidade e precisão no tratamento das informações.

Neste cenário, a solução de gestão de despesas da Flash possibilita a automatização de processos, fornece relatórios gerenciais automáticos e facilita a integração com sistemas de planejamento de recursos empresariais (ERPs).

Essas funcionalidades ajudam a evitar duplicidades de dados e diminuem as chances de erros, fortalecendo o compliance financeiro e liberando tempo para que os gestores possam focar em iniciativas estratégicas para o crescimento do negócio.

  • Centralização de dados: com todas as informações financeiras centralizadas em um único sistema, o acesso e a análise de dados se tornam mais rápidos e eficientes, permitindo decisões mais informadas e ágeis.

  • Redução de erros: a automação reduz significativamente a incidência de erros manuais, assegurando maior precisão nos registros financeiros.

  • Compliance aprimorado: manter a conformidade com normas e regulamentos, se torna mais simples com sistemas que são projetados para acompanhar as mudanças na legislação e nas práticas de mercado.

Se você deseja saber mais sobre como o software de gestão de despesas da Flash pode transformar o setor financeiro da sua empresa e promover uma governança corporativa eficaz, entre em contato conosco hoje mesmo para uma demonstração gratuita.

banner-despesas

ENTRE EM CONTATO

Preencha o formulário e venha ser Flash

Agende uma demonstração e conheça o lado rosa da gestão de benefícios, pessoas e despesas.

Business

20 mil

empresas

Smile

1 milhão

usuários

Premium

5 bilhões

transicionados

Centralize sua gestão de benefícios, pessoas e despesas corporativas em um só lugar

icon-form

Descubra nossas soluções

Não enviaremos Spam ✌️